[Resenha] O Último Homem do Mundo | Tais Cortez

04/03/2015

Livro: O Último Homem do Mundo
Autor(a): Tais Cortez
Editora: Ler Editora
Páginas: 223
Nota de 1 à 5:   (3/5) 

Sinopse: Amanda é uma garota rebelde e problemática. Filha de Patrícia Oliveira, uma atriz mundialmente famosa, ela se ressente do comportamento da mãe, que trabalha demais e dedica seu pouco tempo livre para namorar. Depois de ser expulsa dos três últimos colégios, Amanda é matriculada contra sua vontade no Educação de Elite, o colégio interno mais renomado do país, onde apenas os filhos da elite nacional estudam. Determinada a conseguir mais uma expulsão, ela é capaz das maiores loucuras, mas seus planos acabam sendo frustrados por suas colegas de quarto, por uma inspetora intrometida e um diretor paciente. Lá ela também conhece Ricardo, o garoto mais popular e mulherengo do colégio. A atração entre eles é imediata, mas isso não impede que se odeiem ferozmente e que façam de tudo para prejudicar um ao outro. No entanto, o destino os forçará a unirem forças por um bem maior, e Amanda perceberá que, às vezes, o último homem do mundo de sua consciência pode ser justamente aquele que seu coração decide escolher.

O que eu achei:  Amanda protagonista da estória tem uma mistura de rebelde com menina mimada. O legal da estória é que o romance que se desenvolve não é aquele de comercial de margarina, á  primeira vista, acho mais natural quando vai acontecendo aos poucos, gostei muito desse aspecto da narrativa. 
Tiveram muitas cenas engraçadas, pois Amanda queria a todo custo ser expulsa da escola.
Mas não consegui me envolver completamente com os personagens. Tudo parecia ocorrer muito rápido. As cenas também não são inovadoras, você fica com a sensação “acho que já vi isso antes”, muito parecido com aqueles filmes que a menina é rebelde e quer que o mundo se exploda?  Mais ou menos assim, mas com o tempo ela cai em si e começa a mudar, acontece isso com a Amanda.
O romance dos dois foi bem trabalhado e desenvolvido (nada de comercial de margarina), no entanto, gostaria que tivesse tido mais cenas fofas entre os dois. (sou  muito romântica Nicholas Sparks, rs). Não gosto de mocinhas paradinhas, gosto quando elas são fortes e lutam atrás do que elas querem, Amanda tem essa personalidade no inicio, mas depois perde. Já Ricardo  foi o meu favorito da trama, ele muda por ela, vai atrás do que quer, e mostra ser muito fofo, amei esse mocinho!
A leitura flui de uma forma muito leve e rápida. O tipo de livro que em algumas horas você consegue finalizar a leitura de tão gostosa. ( Li em 3 horas )

Gostei  bastante do livro e acho que o público mais juvenil irá aproveitar demais a leitura. Os personagens estão na faixa etária de 15 à 17 anos, uma idade difícil, onde os jovens têm muitas dúvidas e querem fazer muitas descobertas. 

Um romance bem leve, super indico!

Bom é isso e até o próximo post.




Comente com o Facebook:

Um comentário :

  1. Oii, Cidinha!
    Obrigada pela resenha :)
    Q bom q gostou!
    Vc leu rapidinho mesmo!
    Bjssss
    e sucesso ao blog

    ResponderExcluir

Google+

Já curtiu?

Instagram

A Loka do Livro - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados