[Resenha] Proibido | Tabitha Suzuma

04/08/2015

Livro: Proibido
Autor(a): Tabitha Suzuma 
Editora: Valentina 
Páginas: 304 
Nota de 1 à 5:  (5/5) 

Sinopse: Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis. Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes. Eles são irmão e irmã. Mas será que o mundo receberá de braços abertos aqueles que ousaram violar um de seus mais arraigados tabus? E você, receberia? Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dramatúrgico, Suzuma tece uma tapeçaria visceralmente humana, fazendo pouco a pouco aflorar dos fios simples do quotidiano um assombroso mito eterno em toda a sua riqueza, mistério e profundidade.

O que achei: Esse livro realmente mexeu com minhas emoções, simplesmente perturbador. Quando comecei a leitura, já sabia mais ou menos sobre o que se tratava e confesso que tive uma certa resistência para começar a le-lo, mas a autora conseguiu me surpreender muito ao conduzir um assunto tão delicado e polêmico de forma tão leve e sublime. 


"É um sentimento tão intenso que acho que vai me engolir. É tão forte que sinto que poderia me matar. E não para de crescer, e eu não posso...não sei o que fazer para estancá-lo. Mas...nós não podemos fazer isso...nos amar assim." 

O livro conta a estória de Lochan e Maya, dois irmãos que vivem em uma família totalmente desestruturada. A mãe separada e totalmente ausente, trabalha em outra cidade, não liga para nenhum dos filhos e já envolvida com outro homem e a família dele, contribui apenas financeiramente para o sustento dos filhos, o que faz com eles fiquem a maior parte do tempo sozinhos e deixando todas as responsabilidades da casa e dos outros irmãos mais novos (no caso Kit de 13 anos, Tiffin de 10 anos e Willa de 5 anos) nas mãos de Lochan e Maya. Sei que eles como irmãos de sangue jamais poderiam se apaixonar e ficarem juntos...mas ta eu sei que é errado e não rola e tal... mas o sentimento que um tem pelo outro é tão forte, intenso e bonito que, muitas vezes como leitora me peguei torcendo para que isso acontecesse e eles pudessem ficar juntos....não me julguem please!!!!




Sei que muita gente não vai querer ler, mas se você tem uma mente aberta e esta disposto a ler algo diferente de tudo que você leu, de uma chance a este livro, tenho certeza que você não vai  se arrepender e o final ficará marcado em sua mente por muito tempo.

É isso bjks e até o próximo post.


Comente com o Facebook:

3 comentários :

  1. Olá Lucia, tudo bem?
    nossa, que bom que resolvi ler sua resenha nunca imaginaria que esse livro focava num tema tão "polêmico" já quero ler, e quero logo, adoro esses temas que causam perturbação..
    Beijos
    Edna

    Dna Bookz / Fan page / Instagram  / Twitter

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Desculpe por responder num post nada a ver com desafio, mas não consegui de outra forma.

    Meu blog não é apenas sobre livros, nem faço resenhas, apenas comento se tenho vontade. Muitas vezes leio e nem comento, sei lá porque.

    Tenho um desafio, que achei anos atrás na net, que consiste no seguinte:

    1ª) Pegar um livro próximo (próximo, não procure);
    2ª) Abrir na página 161;
    3ª) Procurar a 5ª frase completa;
    4ª) Postar essa frase em seu blog;
    5ª) Não escolher a melhor frase, nem o melhor livro.

    "Outra matéria particularmente notável saiu na Madison Magazine, uma publicação mensal gratuita distribuída no saguão de todos os prédios mais chiques de Nova York."
    (Crimes na Sociedade de Jane Stanton Hitchcock)

    Esse desafio acima, foi a ultima que fiz. Qualquer um q tenha acesso ao livro em questão, pode conferir se a resposta foi sincera. Se bem que tudo pode se inventar, mas achei bem interessante.:)

    Abraços,
    CRJ

    ResponderExcluir
  3. Menina, estou com esse livro em mãos há mais de dois meses. Levo para o quarto, vai para a sala e até ao banheiro, mas não consegui passar do terceiro capítulo. Acho que por saber que o tema abordado é forte, por ter mais idade que a maioria das meninas que seguem o blog, e por ter sido criada no século passado (rsrs) tenho uma certa resistência, mas com a cabeça bem aberta para tudo. Vou tentar terminar a leitura e volto para te contar como foi. bjusss

    ResponderExcluir

Google+

Já curtiu?

Instagram

A Loka do Livro - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados