[Resenha] A Arte de Inventar o Amor | Kristan Higgins

10/02/2017

Grace dominava como ninguém a arte de inventar o namorado perfeito
Não que isso a deixasse desconfortável. Afinal, existem aqueles que se comprazem em olhar vitrines de marcas de grife que não cabem no bolso Outros, se realizam colecionando fotos de resorts de luxo que jamais irão visitar. Ela apenas criava o homem ideal et voilá!, ficava amiga das meninas mais populares da escola Ou suportava ter de trocar o pneu furado em meio a uma nevasca imaginando que recebia a ajuda de um verdadeiro gentleman. Quando ela começa a ser cobrada pela família para encontrar um marido, Grace anuncia em alto e bom som que tem se encontrado com alguém Alguém maravilhoso Alguém bonito Alguém completamente ilusório! Mas desta vez ela é convocada a apresentar o novo pretendente em carne e osso.
Callahan O'Shea, vizinho de Grace, é totalmente o oposto do Senhor Perfeito. Renegado e com um passado que o condena, ele não se encaixa nos devaneios dela. Mas pensando bem, o namorado imaginário bem que poderia ter o corpo de Callahan Ou o senso de humor afiado dele Talvez, quem sabe, a mesma inteligência e coração grande! Uau! Não. Callahan O'Shea não poderia ser seu homem perfeito! Mas uma pergunta deixa Grace inquieta. Se Callahan é tão errado, por que ela sente que tudo se encaixa perfeitamente quando estão juntos?

Kristan Higgins | Harper Collins | Páginas: 336 | Skoob | Nota: ★★★★  (4/5) 


Arte de inventar o amor é um romance  leve, divertido, narrado em primeira pessoa por Grace.
Grace é uma jovem professora de história que tem sérios problemas quando o assunto é relacionamento, deixada pelo noivo e ouvindo críticas de seus familiares, decide inventar um homem perfeito.

Quem nunca idealizou um homem ideal?

Wyatt Dunn é lindo, perfeito, médico pediátrico, carinhoso, mas só existe na cabeça de Grace, se tornando seu refúgio de cobranças e comentários de sua família.
Mas é o vizinho, e diga-se de passagem que vizinho, super gato e musculoso, Callahan O'Shea, mal humorado, sarcástico,  sex e ex-presidiário, que conquista o coração de Grace, e a faz questionar suas atitudes e seus sonhos.
Gostei muito da irmã sincera Mags e o cachorrinho fofo de Grace.
Ela é uma personagem muita dedicada a sua família, seu trabalho e amigos, me peguei admirando suas atitudes e sua força para superar sua dor e trauma do rompimento do noivado.


A autora escreve de forma leve, engraçada onde tudo flui, nada forçado ou apressado, e o enredo é cativante e envolvente.

Se você gosta de romance chick lit, mergulhe nesta estória.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Google+

Já curtiu?

Instagram

A Loka do Livro - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados